MENU
Extremistas islâmicos matam 17 cristãos em ataque na Nigéria
16/03/2023 18:43 em Crime

Extremistas islâmicos mataram 17 cristãos durante um ataque recente, em mais um caso de perseguição no estado de Kaduna, na Nigéria.

De acordo com o International Christian Concern (ICC), organização que apoia cristãos perseguidos, um grupo de militantes chegou à noite na aldeia Ungwan Wakili e atacou com armas sofisticadas.

Um funcionário local do ICC viu as fotos das 14 vítimas no chão da aldeia, que foram baleadas e morreram na hora.

Segundo um líder local, mais três cristãos não resistiram aos ferimentos e morreram mais tarde no hospital.

Funcionários do governo local afirmaram que irão investigar o caso e acusaram os militares, que possuem um posto de controle próximo a Ungwan Wakili, de permitirem o ataque.

Nos últimos meses, o estado de Kaduna, de maioria cristã, tem sido alvo constante de extremistas muçulmanos.

Perseguição aumenta na Nigéria

Em 2022, o número de cristãos mortos por sua fé na Nigéria cresceu. Segundo a Lista Mundial de Perseguição da Portas Abertas, publicada nesta quarta-feira (18), foram:

- 5.014 cristão mortos;

- 4.726 cristãos sequestrados, agredidos, assediados sexualmente, casados ​​à força, abusados ​​física ou mentalmente.

O número de casas e empresas atacadas por motivos religiosos também aumentou. Em 2021, a Nigéria teve o segundo maior número de ataques a igrejas e pessoas deslocadas internamente.

Esse ano, na lista de observação mundial dos países onde é mais difícil ser cristão, a Nigéria saltou para o 6° lugar. É a classificação mais alta de todos os tempos, já que no ano anterior o país esteve na  7º posição.

“Militantes do Fulani, Boko Haram, Província do Estado Islâmico da África Ocidental (ISWAP) e outros conduzem ataques a comunidades cristãs, matando, mutilando, estuprando e sequestrando para resgate ou escravidão sexual. Este ano também vimos essa violência se espalhar para a maioria dos crentes ao sul da nação. O governo da Nigéria continua negando que isso seja perseguição religiosa, então as violações dos direitos dos cristãos são realizadas com impunidade ", observou a Lista Mundial da Perseguição.

Fonte: Guiame com informações de Internacional Christian Concern

COMENTÁRIOS