Comerciante faz cultos em sua padaria todos os domingos: ‘Deus escolheu este lugar’
22/11/2021 17:11 em Igreja

Foi dentro da Padaria Belman que Martin deu início ao seu ministério, aos 46 anos. O comércio fundado por seu pai, Federico, tem funcionado como uma congregação, onde há cultos todos os domingos.

Na Assembleia de Deus ‘Pan de Vida’, Martin se dirige ao balcão do cliente e prega para cerca de 40 participantes, praticamente a capacidade máxima que as instalações em Wyoming, Michigan (EUA), pode atender.

Martin diz que não planejava entrar no ministério na meia-idade. Ele se sentia feliz por trabalhar por mais de duas décadas no negócio iniciado por seu pai, em 1999.

“Eu não estava realmente interessado em me tornar ministro”, diz Martin. “Mas Deus me convenceu de que Ele havia escolhido este lugar para que Seu nome fosse adorado.”

Ministério

O convencimento veio na forma de palavras do Senhor em 2013 e 2014. Martin começou a estudar para o ministério em 2016, obteve suas credenciais ministeriais da Assembleia de Deus em 2018 e lançou o ‘Pan de Vida’ em agosto de 2020 - em meio à pandemia do coronavírus.

Federico pretendia que seu filho assumisse os negócios da família depois que ele se aposentasse. Mas ele não conseguiu se aposentar, pois teve pneumonia em novembro de 2020 e morreu em 5 de janeiro de Covid-19, aos 67 anos.

Posteriormente, Martin assumiu as responsabilidades de operar a padaria, auxiliando sua mãe Lila, que continua sendo a proprietária. Martin dedica cerca de 75 horas semanais à padaria - além de administrar a igreja, que faz parte do Distrito Centro-Oeste Latino Americano da Assembleia de Deus. Por enquanto, os cultos são em espanhol, mas Martin diz que, eventualmente, o inglês será uma opção.

Gratidão

Martin diz que é grato por ter uma família que o apoia. Seu cunhado Daniel Segovia prega semana sim, semana não. Esposa de Martin há 26 anos, Martha; sua irmã, Dianna Segovia; e sua filha, Alexandra Vargas, alternam com ele na liderança do culto. Martha lidera uma reunião devocional feminina de uma hora de duração na manhã de sábado, via Zoom.

Alexandra, que trabalha como contador para uma corretora de seguros global, não só faz parte da equipe de louvor, mas dá aulas na Escola Dominical e trabalha como contadora da igreja. Ela apoia totalmente os esforços de ministério de seu pai e sua mãe.

“Meus pais sempre colocaram muitos em primeiro lugar, mesmo quando estavam ocupados no mundo secular”, diz Alexandra, 25 anos. “Deus os moldou ao longo dos anos para se tornarem líderes de ministério. Mesmo com toda a ocupação, Covid, e com o falecimento do meu avô, meu pai permaneceu forte em Cristo.”

O outro filho de Martin e Martha, Isaac, está estudando na North Central University em Minneapolis, onde está se formando em música.

Caminhada com Jesus

Federico Belman imigrou da Cidade do México para Michigan em 1986, quando Martin tinha 13 anos. Ambos se tornaram cristãos logo após sua chegada, e aceitar Jesus impactou os dois.

Martin diz que não conhecia bem o pai quando menino porque seus pais se separaram. Mas assim que Federico se tornou cristão, ele mudou completamente.

“Ele limpou a linguagem, parou de fumar três maços de cigarros por dia e parou de beber”, lembra Martin. “Deus tirou todos aqueles desejos imediatamente. Isso me ajudou a entender que Deus é real.”

A família inicialmente frequentava o Templo Betel (Assembleia de Deus de Betel) em Grand Rapids após imigrar. Em 1999, os Belmans começaram a adorar na Mision De Fe (Missão da Fé) em Grandville, Michigan.

Martin espera vender a padaria para dedicar toda a sua atenção ao ministério. A maioria dos clientes da padaria, bem como a maioria dos frequentadores da igreja, são hispânicos.

O comerciante diz que é especialmente grato pelo apoio e amor incondicional demonstrado por sua esposa ao longo de sua vida juntos.

“Já enfrentamos tempos muito difíceis, mas o Senhor tem sido meu Pastor em cada passo do caminho”, diz Belman. “Agradecemos a Deus por tudo que ele fez e por tudo que fará no futuro.”

Fonte: Guiame

COMENTÁRIOS