Igreja Universal diz que investiga pastores que receberam o auxílio emergencial
21/07/2021 15:35 em Igreja

A Igreja Universal do Reino de Deus diz que está realizando uma investigação interna de pastores por terem recebido o auxílio emergencial do governo de forma supostamente irregular, segundo informações do portal UOL.

Segundo reportagem do UOL, ao menos 69 religiosos teriam recebido o benefício de forma irregular .

Os pastores afirmam que foram orientados pela direção da igreja a pedir o benefício e comunicar à instituição para que o valor fosse descontado em seus salários. Os pastores da Universal não são registrados em carteira e não têm contrato de trabalho.

Se não declararem renda, o governo não tem como saber de seus vencimentos. Fornecer informações falsas para receber o auxílio configura a prática de crimes de falsidade ideológica e estelionato.

Um áudio atribuído ao genro de Edir Macedo, bispo Renato Cardoso, circula nas redes sociais. “Mais cinco pessoas saíram da obra…(…) Pessoas vão sair, distorcendo tudo, ao contrário do que ouviram. Pessoas como essas, graças a Deus, a igreja está limpando. A igreja está tomando as providências necessárias judiciais, inclusive em casos em que há indícios de crime contra a igreja, contra o povo da igreja. Estaremos denunciando, fazendo a denúncia-crime”, anunciou Cardoso, na suposta gravação.

Pelo fato de instituições religiosas não declararem Imposto de Renda, bem como seus funcionários, o governo não tem como averiguar se estão mesmo elegíveis ao recurso. Ainda assim, fornecer informações falsas configura crime de falsidade ideológica e estelionato.

Em resposta ao UOL, a igreja afirmou que “não comenta assuntos internos pela Imprensa”. Já o Ministério da Cidadania informou que, a princípio, não há impedimento de pastores receberem o auxílio emergencial, “desde que atendam aos critérios de elegibilidade estabelecidos pelas legislações que disciplinam o pagamento do benefício”.

Fonte: UOL e Último Segundo

COMENTÁRIOS