Ativistas penduram faixa ‘Deus abençoe os abortos’ na estátua de Cristo em Arkansas
13/07/2021 16:34 em Mundo

Um grupo de manifestantes que afirmam ser “artistas”, se orgulha pela ação realizada na quinta-feira (08), após pendurar uma faixa com a frase “Deus abençoe os abortos” na estátua de Jesus, em Arkansas.

O monumento é conhecido como “Estátua do Cristo do Ozarks”, localizada perto de Eureka Springs, no topo da Montanha Magnética. Foi erguida em 1966 como um “projeto sagrado” por Gerald L.K. Smith.

Os ativistas que fazem parte de um grupo chamado Indeclive se vestiram com uniformes para se parecerem com trabalhadores da construção civil e invadiram a propriedade para pendurar a faixa.

De acordo com membros do grupo, essa foi uma “resposta direta às tentativas dramáticas feitas em Arkansas e em todo o Sul de proibir os serviços de aborto para mulheres em necessidade”. 

“Achamos que Jesus entenderia o conceito de uma decisão difícil. Ele supostamente teve que tomar algumas [decisões] e entendeu o sacrifício muito intimamente. O Cristo do Ozarks é visível a quilômetros de distância, então nós o tratamos como um outdoor”, o Indeclive postou em suas redes sociais.

Invasão de propriedade e vandalismo

Randall Christy, curador do monumento, disse que está perturbado com o movimento do grupo e sua mensagem. “Senhor, ajude-os. Toque-os de alguma forma e os façam perceber o quão ruim essa mensagem é”, disse Christy. 

De acordo com a KNWA News, o curador pretende apresentar uma queixa contra o Indecline por invasão de propriedade e vandalismo. Um porta-voz do grupo enviou por e-mail a seguinte declaração à CBN News sobre o incidente:

“Nosso coletivo tem 20 anos de experiência com ameaças decorrentes de nossas ações, especialmente quando os fanáticos defensores das questões que abordamos ficam magoados. Estamos felizes em aceitar acusações criminais sabendo muito bem que a incompetência das partes promotoras irá destacar ainda mais a importância e a eficácia do trabalho que fazemos, e inspiramos outros a fazerem o mesmo”, iniciou.

“Também acreditamos que entrar em um parque temático de Jesus, à noite, e pendurar uma faixa que foi removida na manhã seguinte está muito longe das leis draconianas que os políticos do Arkansas estão empurrando às mulheres necessitadas. Se as pessoas não podem ver isso, elas precisam de uma bússola moral recalibrada”, continuou.

Este não é o primeiro projeto perturbador do grupo que defende o aborto. Em março, o Indecline vandalizou um outdoor cristão no Mississippi e escreveu: “Preocupado? A Paternidade Planejada oferece abortos”, em cima da frase original: “Preocupado? Jesus oferece segurança”. 

Lembrando que a “Paternidade Planejada” (Planned Parenthood) é a maior organização do mundo que realiza abortos, mas levanta uma bandeira mais sútil, dizendo que oferece “cuidados de saúde reprodutiva”. 

Fonte: Guiame

COMENTÁRIOS